8 Dicas de Sucesso para Novos Restaurantes

8 Dicas de Sucesso para Novos Restaurantes

dicas de negócios para novos proprietários de restaurantes

Postado por Michael Elkins a November 25, 2017

Os novos proprietários de restaurantes, tabernas, restaurantes de bairro e outros negócios de restauração têm diferentes abordagens na culinária e na criação de ambientes atrativos para os seus clientes. No entanto, a primeira regra aplica-se sempre a qualquer operação culinária--você está a gerir um negócio. Independentemente do seu amor pela comida, cozinha ou interação com os seus clientes, para ter sucesso você deve gerir o negócio com práticas adequadas.

Nos melhores restaurantes o serviço parece fácil porque os proprietários ou gerentes estão preparados como se fossem para uma batalha. A missão é oferecer uma ótima experiência a cada cliente, o que inclui criar o ambiente ideal, encorajar a camaradagem entre os visitantes e disponibilizar comida excelente. As oito dicas para gerir o seu novo negócio incluem as seguintes recomendações:

1. Pesquisar os Aspectos Comerciais de Abrir um Novo Restaurante

Existem muitos detalhes comerciais a planear antes de abrir as portas, e não é possível abordar todos num só artigo--especialmente num artigo que se aplica a qualquer parte do mundo. No entanto, os custos e a localização são fatores críticos em qualquer lugar. Deverá investigar localmente os requisitos legais para abrir este tipo de negócio. Alguns dos pontos-chave a procurar são:

  • Que seguro é necessário, e qual é recomendado para o seu negócio em particular?
  • Que permissões, licenças e registos são necessários para, por exemplo, ter autorização para cobrar impostos sobre vendas, qualificar-se para licenças de saúde, registar-se para servir álcool ou registar-se em agências governamentais?
  • Os softwares de ERP e CRM podem automatizar muitas tarefas e aumentar as vendas, por isso deve decidir se pretende automatizar o seu negócio ou geri-lo manualmente.
  • Como irá gerir a contabilidade, os salários e as obrigações de relatório?
  • Que problemas de segurança poderá ter de resolver?
  • Irá servir álcool, vinho e/ou cerveja? Como irá garantir o cumprimento regulamentar e prevenir infrações?

2. Escolher um Tema e Conceito Culinário

Escolher um tema reconhecível, conceito e missão irá ajudar a atrair o seu perfil preferido de clientes, independentemente de se tratar dos clientes casuais, dos solteiros urbanos, dos aficionados do desporto, dos residentes locais, das famílias, dos especialistas de culinária ou do grupo de empresários.

3. Promover o Seu Negócio nas Redes Sociais

Hoje em dia, a restauração tem novos desafios no que toca à divulgação boca a boca, a principal forma de divulgação por várias gerações. Estas referências são agora feitas digitalmente e os clientes consultam sites, redes sociais e plataformas para decidirem onde vão comer. É por isso que o seu negócio deve estabelecer uma presença sólida no mundo online.

4. Fornecer Opções de Encomenda Favoráveis ao Cliente

Atualmente, os clientes pesquisam estabelecimentos nos seus telemóveis. Por isso, a disponibilização do menu na internet é essencial. Estabelecer uma área especial para os pedidos no exterior pode facilitar as operações e acelerar o serviço.

Cada vez mais restaurantes oferecem opções amplas de encomenda, como pedidos pela Internet, por telefone e serviço de mesas automático. Quantas mais formas o cliente tiver para fazer o pedido, mais rápido será o crescimento dos seus lucros.

5. Manter-se A Par das Tendências de Culinária e de Marketing

Vários novos proprietários têm uma visão clara do seu conceito mas, para sublinhar a primeira regra, a sua operação culinária é um negócio. Num nível muito básico, o sucesso do seu negócio vai depender da satisfação de uma gama de clientes porque o seu grupo de clientes inclui pessoas com gostos diferentes.

Isto significa que um restaurador experiente inclui itens de diferentes preços, alternativas saudáveis e opções especiais para clientes com dietas específicas.

As tendências evoluem rapidamente e o cliente de hoje exige menus mais saudáveis, preparações personalizadas e informações sobre a origem dos alimentos. A tendência da ‘horta para a mesa’ é importante, por isso procure encontrar fornecedores locais quando possível. Deve pesquisar as tendências nacionais, internacionais e locais, para descobrir as melhores opções para o seu conceito, espaço e perfil de cliente.

Descubra que opções estão disponíveis na sua área, e procure criar um menu que esteja em sintonia com os locais, mas que ofereça algo único, que os seus adversários não oferecem.

6. Criar uma Operação Organizada

O seu estabelecimento--independentemente do conceito de culinária--funciona numa margem de lucros extremamente estreita, por isso controlar o inventório, os desperdícios, roubos, as porções e a má gestão. Cada item no seu menu deve ser decomposto nos seus ingredientes e custeado de acordo com os valores atuais. O aumentos graduais de preço podem tornar itens rentáveis em itens que não dão dinheiro, se não atualizar os seus custos regularmente. Os aumentos pequenos são mais aceitáveis pelos clientes do que aumentos grandes e irregulares.

Minimizar os desperdícios afeta diretamente o seu negócio porque cada gasto desnecessário reduz os seus lucros diretamente. É impossível evitar todo o desperdício, mas é essencial monitorizar a situação para descobrir a origem dos gastos. Se os seus chefs, cozinheiros e pessoal de cozinha estão a realizar demasiados erros ou a servir porções muito grandes, as ações corretivas tornam-se necessárias.

Organizar a sua operação pode tornar o negócio extremamente lucrativo. A organização contínua é essencial porque as tendências evoluem muito rapidamente. É por isso que a contabilidade exata, a gestão adequada do inventório, o controlo de porções e a detecção de desperdícios e roubos são tào importantes.

As técnicas de gestão proativas também podem reduzir os custos de pagamentos, agendando os funcionários de forma mais eficiente e treinando o pessoal para que sejam necessários menos empregados.

7. Gerir o Pessoal de Sala e de CozinhA

Gerir o pessoal é um dos maiores problemas que um restaurador pode ter. É por isso que é importante estabelecer uma cadeia de comandos para o pessoal da cozinha e para o pessoal de sala. Os proprietários de sucesso compreendem que os seus funcionários são essenciais, visto que interagem diretamente com os clientes e preparam a sua comida.

As suas necessidades de pessoal podem variar dependendo da época, da meteorologia, de eventos especiais, festivais locais, número de turistas e outros fatores. Encontrar e treinar o pessoal certo, contratar funcionários sazonais e estar preparado para trabalhadores temporários em situações urgentes pode ser necessário para construir um negócio de sucesso.

Também existem os detalhes técnicos dos salários, benefícios, seguros de saúde e agendamentos a considerar. Contacte a associação de restauração local para receber dicas de como agendar, gerir pagamentos e cumprir os requisitos regulamentares de funcionários.

8. Construir Canais Alternativos de Rendimento

O número de cadeiras, taxa de rotação e velocidade de atendimento limitam geralmente as operações e o lucro potencial. É por isso que muitos empreendedores criam outros canais de rendimento para os seus negócios. Estes incluem:

  • Serviços dentro e fora do estabelecimento
  • Reservas de pedidos
  • Refeições pré-preparadas para recolha rápida, como almoços embalados, sanduíches, etc.
  • Itens engarrafados, embalados e empacotados
  • Serviços de entrega
  • ’Food trucks’ operados pelo restaurante
  • Venda de merchandise que inclua equipamento e materiais de culinária, vestuário com o logo da empresa, souvenirs turísticos e itens desportivos locais
  • Hospedar festas, encontros e eventos especiais, como provas de vinho e de alimentos
  • ’Food trucks’ a circularem em diferentes bairros e expandir a abrangência do restaurante
  • Venda de doces, sobremesas e pão

Estas são algumas das áreas essenciais que deve considerar ao abrir um novo restaurante. Não pode fazer tudo por si só, por isso deve recorrer a sistemas de software e de contabilidade para automatizar a manutenção de registos, o preenchimento de relatórios e a monitorização do desempenho do negócio.

É importante identificar funcionários competentes para delegar responsabilidades, tanto na sala como na cozinha. Seja bem-vindo(a) ao blog sobre Sucesso de Restaurantes, onde encontra informações importantes sobre a abertura e a gestão do seu negócio.

Download Waiterio para o seu restaurante
Baixar