Elaboração do Menu: A Ferramenta de Marketing Mais Influente do Seu Restaurante

Elaboração do Menu: A Ferramenta de Marketing Mais Influente do Seu Restaurante

atrair clientes através de informações culinárias

Postado por Michael Elkins a December 26, 2017

A elaboração do menu parece bastante complexa para muitos aspirantes a proprietários de restaurantes, mas os donos de restaurantes experientes têm usado algumas destas técnicas ao longo da história, desde os tempos em que as carroças entregavam alimentos nos primeiros restaurantes "móveis". Sinais de marketing, fotografias atraentes de alimentos e descrições atrativas sempre fizeram parte da história dos restaurantes. Na cultura digital de hoje, onde as pessoas têm menos tempo para prestar atenção ao exterior, dedicar a sua atenção aos elementos de design e às estratégias promocionais do seu menu é fundamental para maximizar as receitas e os lucros.

Os proprietários de restaurantes sempre destacaram os principais itens do menu e os pratos da casa. A “elaboração” do menu apenas leva as coisas um pouco mais além, codificando técnicas comprovadas e assimilando a pesquisa do consumidor para encorajar os clientes a comprarem itens de preço mais elevado ou mover artigos que não vendem mas que são essenciais no menu, porque atraem clientes.

O seu menu é a principal ferramenta de marketing do restaurante, por isso é importante maximizar a sua influência. Deve começar a elaboração do menu durante o processo de planeamento do restaurante. Isso permitirá que crie um rascunho do menu, que poderá mostrar a potenciais investidores e demonstrar a sua dedicação no planeamento da sua estratégia de negócio.

O Seu Lucro Real Pode Aumentar em 15% ou Mais

A elaboração do menu ajuda-o a equilibrar os seus custos com alimentos e a aumentar os lucros totais com os clientes, vendendo suculentas sobremesas, sopas, aperitivos e itens à la carte. Um estudo descobriu que a simples conceção de um menu poderá aumentar os lucros em 15% ou mais, de acordo com uma empresa líder em impressão de menus. Este benefício aplica-se a menus em painéis, sinais digitais, menus online e menus especiais, como listas de vinhos, menus de sobremesas, etc.

Passos Simples para Iniciar a "Engenharia" do Seu Menu

Avaliar cada item do seu menu é o primeiro passo. Essencialmente, deve executar uma análise de custos, que inclui os custos laborais associados e determinar quais são - ou pensa que serão - os seus itens mais populares e lucrativos. Determinar ou estimar a rentabilidade e a popularidade coloca cada item em um dos quatro quadrantes:

  1. Rentável e Popular

    Este quadrante é simples. O seu menu deve destacar estes itens em posições privilegiadas. Também pode recorrer a inserções no menu para contar histórias complexas e interessantes.

  2. Popular mas Não rentável

    Estes incluem alimentos reconconfortantes, hambúrgueres básicos e batatas fritas. Os hambúrgueres e pizzas gourmet, no entanto, caem muitas vezes no primeiro quadrante, visto que podem ser muito lucrativos. Poderá considerar maneiras de fazer com que todos os itens do segundo quadrante se tornem mais rentáveis, como oferecerendo amostras de pratos caros, usar ingredientes mais baratos e oferecendo uma quantia de extras opcionais.

  3. Rentável, mas Não Popular

    Neste quadrante deve exercer o seu conhecimento de marketing para promover estes itens. Por exemplo, poderá oferecer promoções diárias ou semanais para aumentar o número de pedidos.

  4. Não Rentável e Não popular

    Estes são itens que poderá considerar eliminar, a menos que haja uma razão convincente para mantê-los. Algo tem que estar no final da lista, no entanto, considere esses itens com cuidado. São elaborados com suprimentos básicos rápidos ou precisam de ingredientes especiais? Os ingredientes desses itens são altamente perecíveis? Atraem influenciadores que trazem outros convidados? Muitos dos itens do menu das crianças serão incluídos nesta categoria, mas devem ser mantidos no menu para atrair clientes familiares.

O objetivo da elaboração dos menus - visto que há algo que está sempre na parte inferior da lista - é reduzir o fosso entre os mais vendidos e os menos vendidos, para o número mais pequeno possível.

Divida o Seu Menu em Categorias

Geralmente os menus são divididos em categorias como carne bovina, frango, aves, massas, pratos especiais, frutos do mar, bebidas, sobremesas, pratos vegetarianos e outros. Também pode dividir os itens do menu em pequeno-almoço, almoço e jantar ou usar menus separados. Cada subdivisão precisa de ser dividida em quatro quadrantes para colher os benefícios da elaboração de um menu.

O seu menu não só maximiza as vendas, como também atrai clientes novos e usuais. Alguns restaurantes exibem os seus menus nas janelas para atrair pessoas que passam, e os restaurantes mais bem sucedidos publicam os seus menus nos seus sites e em outras plataformas, como sites de descontos e de reviews e em plataformas de redes sociais.

pessoas a beber licor e a conversar na mesa de jantar

Melhores Práticas de Design e Localização para Menus

Provavelmente já ouviu falar que descontar um cêntimo pode gerar um benefício psicológico - como cobrar 2,99€ em vez de 3,00€. Há uma verdade nesta filosofia, mas que tende a funcionar melhor no fast food, em restaurantes casuais e restaurantes de bairro. Outros princípios comuns de elaboração de menus incluem:

  • Definir os Seus Itens Mais Vendidos

    Destacar os itens chave do seu menu pode chamar mais a atenção. Algumas pessoas lêem todas as entradas do menu, mas muitas contentam-se com o primeiro prato atraente que lhes chame a atenção.

  • Utilizar as Descrições Estrategicamente

    A menos que o seu restaurante seja especializado em sandes com queijo gourmet, certamente não quererá escrever um parágrafo sobre um simples queijo grelhado. Escreva longas descrições sobre os itens da casa, como a Lagosta à Thermidor, o Pato de Pequim, o Cassoulet, a Paella, o Gumbo da Louisiana ou um Bife da Casa. Use textos chamativos e imagens de pratos e travessas atraentes. Mencione os nomes das marcas dos ingredientes-chave ou descreva as técnicas de preparação se forem relevantes. Criar uma história vende comida.

  • Evitar Colunas que Pareçam Tabelas

    Não liste os preços em colunas porque incentivam as pessoas a procurar o preço mais baixo. Muitos restauradores recomendam não usar símbolos de moedas, mas números simples colocados dois espaços depois do final do texto.

  • O Último Item Recebe Maior Atenção

    Os primeiros dois ou três itens da lista recebem a maior atenção, mas a maioria dos visitantes irá examinar o último item. Este é um bom lugar para incluir algo do quadrante um ou dois. Também deve manter as suas listas curtas, limitando-as a cinco ou seis itens e criando uma nova subdivisão para outros itens.

  • A Infraestrutura de Design do Seu Menu

    O seu menu deve complementar o seu design de interiores ao mesmo tempo que ressoa com o seu cliente ideal. O menu pode ser apenas uma página laminada ou um design de vários painéis com uma capa atrativa. As pessoas tomam decisões mais rápidas com menus de painéis únicos, o que pode ser benéfico se pretender que os serviços de mesa sejam rápidos. O menu de dois painéis é o mais popular, pois oferece um forte controlo sobre como cada item é apresentado. Grandes menus podem resultar em menos controlo sobre a decisão do cliente; no entanto, ainda pode usar efetivamente a tela de dois painéis em menus de várias páginas.

  • Perigos de Destacar o Item do Menu com o Preço Mais Elevado

    Se tem um item caro que não se alinha com os seus outros preços, destacá-lo como o principal ponto focal pode ser um erro, visto que pode fazer com que os clientes pensem que os seus preços são muito elevados.

  • Use Painéis de Menus Suficientes

    Apesar dos riscos de perder o controlo, é importante usar painéis de menus suficientes para cobrir cada menu oferecido adequadamente. Se necessário, pode usar o modelo de dois painéis para entradas e outro de duas páginas para sandes, acompanhamentos, sobremesas e bebidas.

  • Use Fotografias

    Usar imagens de alta qualidade da sua própria comida pode aumentar as vendas de um item em 30%.

  • Iniciativas de Marketing

    Pode usar a sua criatividade para aumentar as vendas de itens nos quadrantes três e quatro. Esses itens podem ser oferecidos como um prato especial diário, ou pode fornecer incentivos, como uma bebida grátis ou sobremesa.

  • Manter as Tendências de Refeições Atualizaas

    O seu menu deve mudar à medida que novos itens se tornam populares e os itens mais antigos desaparecem. Custos e rentabilidade também mudam, por isso é importante reavaliar o seu menu regularmente.

Dicas de Venda Sugestivas

A sua equipa deve ser treinada de acordo com o menu projetado para que possam fazer sugestões inteligentes. Por exemplo, novos clientes devem ser orientados para os itens mais populares, porque são mais propensos a apreciá-los. Os clientes regulares que pedem sempre pratos populares podem ser incentivados a experimentar pratos rentáveis, mas menos populares.

Pratos baratos podem ser sugeridos como extras para aumentar o valor total da conta do cliente. A sua equipa terá mais tempo disponível para estar com os clientes quando eles podem fazer pedidos de forma fácil a partir de um smartphone ou tablet usando um sistema POS móvel intuitivo .

O seu menu pode direcionar os clientes para melhores escolhas alimentares enquanto os educa sobre a cultura culinária, o conteúdo nutricional dos itens do menu e os prós e contras das técnicas de preparação. É por isso que o seu menu é o seu recurso não humano mais valioso.

Há fatores no negócio de restaurantes que nem sempre podem ser controlados, tais como despesas gerais, arrendamento, custos dos equipamentos, seguros e despesas básicas de pessoal. No entanto, pode aumentar o lucro, encorajar a repetição de negócios e atrair novos clientes com um menu bem projetado e fortemente promovido.

Download Waiterio para o seu restaurante
Baixar